Praticando com variáveis inteiras

Começando hoje a aprender PHP? Inicie por PHP na Ordem Certa


blog-php3.jpgVariáveis é um dos conceitos mais fundamentais da programação, e variáveis inteiras um dos tipos mais simples de variáveis.

Basicamente queremos salvar, ler e editar números.

Se você já tem um ambiente funcionando para programação em PHP (como mostrado em outro post), acompanhe este material e crie sua primeira variável PHP. Reproduza os códigos-fontes a seguir em uma página PHP e acompanhe os exemplos e exercícios.

Recursos Trabalhados

Recurso Exemplo Descrição
Variáveis Inteiras $i = 3; Atribuição de valores a uma variável
Comparações $i == 3; Comparação do valor da variável ‘i’ com o número 3.
Envio para a saída de uma informação echo “ola mundo”; Exibe o texto “ola mundo”.
Comando if de controle de fluxo if ($i == 3) echo “i é igual a 3”; Exibe o texto se a variável i for igual a 3

 

Exemplo 1

$i = 3;
echo $i;
echo "<br>";
if ($i == 3)
   echo "i é igual a 3";
else
  echo "i não é igual a 3";
echo "<br>";
$i = $i + 1;
if ($i == 3)
   echo "i é igual a 3";
else
  echo "i não é igual a 3";

No editor será mostrado desta forma:

img1

 

Resultado no Navegador

img2

Análise do Código

Em PHP, define-se uma variável utilizando o símbolo $. Assim, na primeira linha de código, temos a atribuição para a variável i do valor 3;

Na segunda linha é utilizado o comando “echo”, que produz um resultado na saída. No caso, ele gera um texto que é enviado ao navegador, junto com o código HTML.

Quando executamos o comando “echo” de uma variável, é enviado o conteúdo da mesma. Assim, temos o número 3 aparecendo na primeira linha do navegador. Com o comando “<BR>” enviado no “echo” seguinte, temos um comando de nova linha do HTML.

Temos, após, em duas partes do código, um comando “if”. Este comando testa uma condição, no caso, se a variável i tem o valor 3 “$i == 3”. Se o teste retorna verdadeiro, ou seja, se a variável i tem o valor de 3, é executada a linha após o if, um comando “echo” que exibe “i é igual a 3”. É por isso que na segunda linha do retorno é mostrado “i é igual a 3”.

Após temos o comando “$i = $i + 1”. Este comando pode ser traduzido por “a variável i passa a receber o valor da variável i somado de 1. Após este comando, o valor de i, que era 3, passa a ser 4.

É por isso que o novo teste do i retorna falso, e é exibida a mensagem “i não é igual a 3”.

 

Exercício

Altere a ordem e modifique os comandos de atribuição (“$i =….”) e teste (“if ($i ==”), e verifique se o programa se comporta da forma como você espera. Vá fazendo testes até ter certeza que entendeu com segurança o funcionamento do “echo”, da atribuição e do “if”.

Exemplos de testes:

$i = 3;
echo $i;
$i = $i + 1;
echo "<br>";
echo $i;
$i = $i + 1;
echo "<br>";
echo $i;
$i = 1;
echo "i é igual a: ";
echo $i;
echo "<br>";
if ($i == 3)
   echo "testei e i agora é igual a 3<br>";

$i = $i + 1;
echo "i é igual a: ";
echo $i;
echo "<br>";
if ($i == 3)
   echo "testei e i agora é igual a 3<br>";

$i = $i + 1;
echo "i é igual a: ";
echo $i;
echo "<br>";
if ($i == 3)
   echo "testei e i agora é igual a 3<br>";

Exemplo 2

$i = 7;
echo "O valor de i é: $i";
echo "<br>";
echo "O valor de i é: " . $i;
echo "<br>";
echo "O valor de i mais 1 é: " . ($i + 1);
echo "<br>";

 

Resultado no Navegador

img3

Análise do Código

Neste código apresentamos alguns recursos do comando “echo”. Na segunda linha podemos observar que uma variável pode ser exibida junto com um texto entre aspas.

Na quarta linha podemos observar a concatenação de duas strings com o comando “.”. Na sexta linha, podemos observar que podemos realizar operações com uma variável e exibir o resultado em uma mesma linha do comando “echo”.

Exercício

Teste algumas outras operações com o comando “echo” e confira os resultados mostrados:

$i = 7;
echo "Podemos " . "concatenar " . "vários comandos " . " com o .";
echo "<br>";
echo "Podemos fazer uma operação fora das aspas:" . ($i * 2);
echo "<br>";
echo "Porém dentro das aspas a operação não é executada: ($i * 2) ";

Exemplo 3

$i = 1;
if ($i == 1) {
   echo "entrou no if <br>";
   echo "está dentro do if<br>";
}
echo "<br>";
if ($i == 2)
   echo "entrou no if";
   echo "não está dentro do if";

Resultado no Navegador

img4

 

Análise do Código

Neste exemplo mostramos o conceito de um bloco de comandos, que é definido pela abertura e fechamento de chaves. No primeiro if, temos dois comandos de “echo” dentro de um bloco. No segundo if, em que não temos as chaves, apenas o primeiro “echo” faz parte do if.

Para o PHP, as tabulações utilizadas não tem significado, porém elas são importantes para o programador. Da forma como está organizado o código, o programador é induzido ao erro, pois a última linha não faz parte do if, mas está identada como se fizesse. O código corretamente identado é como a seguir:

$i = 1;
if ($i == 1) {
   echo "entrou no if <br>";
   echo "está dentro do if<br>";
}
echo "<br>";
if ($i == 2)
   echo "entrou no if";
echo "não está dentro do if";

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s